CDS alerta: reestruturação da TAP pode levar ao fim das ligações com a Terceira

O deputado do CDS-PP Açores manifestou, esta sexta-feira, a sua preocupação com uma eventual “antecipação do fim dos voos da TAP Portugal para a ilha Terceira”, no âmbito de um “plano interno de reestruturação” da empresa que vai levar já “ao possível encerramento da loja comercial da TAP em Angra do Heroísmo”.

Num requerimento entregue no Parlamento dos Açores, Alonso Miguel cita notícias recentemente veiculadas pela imprensa para indagar junto do Governo Regional as diligências “equaciona o Governo Regional tomar junto do Governo da República para impedir o encerramento” de serviços da TAP na segunda ilha mais populosa dos Açores”.

“Está colocada a possibilidade de encerramento da loja comercial da TAP Portugal em Angra do Heroísmo, que funciona também como delegação regional da transportadora aérea nos Açores, no âmbito de um plano interno de reestruturação da rede de apoio aos passageiros, de acordo com o noticiado recentemente na comunicação social. O encerramento da loja da TAP em Angra do Heroísmo representaria a perda de mais um importante serviço para a cidade de Angra do Heroísmo e para a Ilha Terceira, bem como a perda dos atuais postos de trabalho e de potenciais postos de trabalho no futuro”, mostra-se preocupado Alonso Miguel.

Recordando que, “na sequência da reversão do processo de privatização da companhia aérea, o Estado Português é dono de 50% da TAP Portugal” e, portanto, tem voz na matéria, o CDS-PP quer saber se “tem o Governo Regional conhecimento da intenção da TAP em encerrar a sua loja comercial em Angra do Heroísmo?” e, em caso de resposta afirmativa, “que medidas equaciona o Governo Regional tomar junto do Governo da República para impedir o encerramento de mais este importante serviço na Ilha Terceira?”.

Alonso Miguel revela, ainda, uma preocupação mais profunda, uma vez que, teme que no âmbito do plano de reestruturação da empresa, para alem do encerramento da loja, “possa a TAP antecipar o fim dos voos para esta ilha”.

“O Governo Regional assegura que o encerramento da loja comercial da companhia aérea na Ilha Terceira não antecipa o fim dos voos da TAP Portugal para esta ilha?”, questiona o democrata cristão, que quere ainda saber “qual a alternativa que o Governo Regional apresenta para substituir o serviço agora prestado pela TAP Portugal, em termos de números de lugares, horários e frequências, caso se confirme o fim dos voos da TAP Portugal para a ilha Terceira?”.

 

 

 

 

GI CDS-PP/+central

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *