BE/Açores lamenta “falta de sensibilidade” do Governo para com os emigrantes

ZuraidaO Bloco de Esquerda acusou hoje o Governo Regional de falta de sensibilidade por ter cortado o complemento regional de pensão, este ano, de forma cega, a todos os emigrantes que também recebem reformas dos países em que trabalharam antes de regressar aos Açores, obrigando-os a provar quanto é que vão receber até ao fim do ano. O atraso no envio desta documentação, por parte dos países de acolhimento, está a deixar centenas de emigrantes – muitos com reformas miseráveis – sem o acesso a este complemento fundamental para a sua subsistência.

“São várias centenas de emigrantes que não recebem o complemento regional de pensão – o chamado ‘cheque pequenino’ – desde março”, denunciou Zuraida Soares em declarações aos jornalistas após uma reunião com a Associação dos Emigrantes Açorianos.

A deputada do Bloco de Esquerda considera que o Governo devia ter agido de outra forma: ou tinha em conta os rendimentos do ano anterior, ou aguardava pelos documentos dos respetivos países, relativos a 2016, para posteriormente avaliar se seria necessário suspender algum pagamento indevido.

Mas o governo optou por cortar o pagamento e obrigar os emigrantes a entregar um documento que os próprios países, nomeadamente o Canadá, inicialmente se terão recusado a a enviar, e que depois de aceitarem, estão a fazê-lo com atraso de meses.

“Tirar 20, 30, 40 ou 50 euros do complemento regional de pensão a quem trabalhou uma vida, e que, por razões que todos conhecemos, começou a descontar muito tarde, depois de ter trabalhado muitos anos, e que, por isso, tem pensões verdadeiramente pequeninas, é falta de humanidade e sensibilidade”, disse Zuraida Soares.

“Não estamos a tentar branquear nenhum abuso que possa existir, mas num Estado de Direito não pode pagar o justo pelo pecador”, concluiu a deputada, que desafiou o Governo a rever a sua posição.

 

 

 

GI BE/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/beacores-lamenta-falta-de-sensibilidade-do-governo-para-com-os-emigrantes/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.