BE defende “majoração de apoios” a projetos de Turismo Rural nos Açores

Paulo Mendes BEO candidato do Bloco de Esquerda (BE) Açores, pelo círculo eleitoral da ilha Terceira, defendeu a atribuição de majorações nos apoios da Região a projetos de turismo rural e de natureza, como forma de orientar a estratégia do setor para um modelo sustentável, em que as características do arquipélago garantem mais competitividade, e que é menos afetado pela sazonalidade, o que significa emprego com mais estabilidade.

A ideia foi defendida hoje pelo coordenador do BE/Açores, Paulo Mendes, durante uma visita à Quinta do Martelo, em Angra do Heroísmo.

No entender do bloquista, este modelo de turismo – ao contrário da massificação a que se está a assistir – “proporciona a complementaridade entre as várias ilhas dos Açores, em vez da concorrência”, porque permite que cada ilha valorize as experiências únicas que tem para oferecer, salientou o candidato.

Paulo Mendes considerou que o modelo de turismo que se está implementar nos Açores, mais relacionado com o turismo de praia é inadequado à nossa realidade, e não aproveita o potencial das distinções que os Açores têm recebido a nível internacional, pela UNESCO, nomeadamente a classificação de Património Mundial do Centro Histórico de Angra do Heroísmo e da Paisagem da Cultura da Vinha do Pico, e a classificação das ilhas Graciosa, Flores e Corvo, assim como as Fajãs de São Jorge como Reservas da Biosfera.

“Além disso – e apesar de ser sempre importante apostar mais na formação dos profissionais de turismo – o modelo de turismo rural aproveita da melhor forma a hospitalidade das nossas gentes”, afirmou o dirigente regional.

 

 

 

Foto:

GI BE/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/be-defende-majoracao-de-apoios-a-projetos-de-turismo-rural-nos-acores/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.