`Atlantis Cup´ cumpriu o desígnio de “aproximação e coesão regional”

Ana LuísA presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores (ALRAA) afirmou que a edição de 2016 da regata `Atlantis Cup´ representa “a nossa autonomia em nove ilhas repartida e nove vezes unida no conceito de Região”.

“É por isso simbólico e marcante confirmar que nos próximos três anos a Regata da Autonomia cumprirá o desígnio de unir as nove ilhas dos Açores, contribuindo, desta forma para o processo de aproximação e coesão regional”, referiu Ana Luís Luís, na cerimónia de entrega de prémios a vigésima oitava edição da `Atlantis Cup´, na cidade da Horta, acrescentando que “estão todos de parabéns”.

A presidente da ALRAA salientou que, no ano em que se comemora os 40 anos da Autonomia, “não ter dúvidas que esta regata é também um veículo privilegiado na promoção turística dos Açores”.

“Projetar a `Atlantis Cup´ a nível nacional e internacional, será, assim, o nosso contributo para o desenvolvimento económico e cultural que pretendemos para a nossa Região, através da divulgação e valorização deste que é um dos eventos náuticos mais importantes de Portugal”, frisou.

Ana Luís constatou que a Regata da Autonomia “poderia muito bem ser a metáfora da nossa própria açorianidade: a união com o mar, o trabalho árduo e superador, a força de acreditar que depois da tempestade vem a bonança, o saber que, para além da bruma, existem nove ilhas irmãs, a esperança que a meta está ao alcance de cada um de nós, mas que estará mais próxima se trabalharmos em equipa, a forma acolhedora de receber, com sorrisos nos lábios e braços abertos, como tão bem foi cantado pelos Trovante”.

“E foi de fato assim. De braços abertos que fomos acolhidos nas Flores, no Corvo, em S. Jorge, como já o éramos, em Santa Maria, em São Miguel e na Terceira e como, estou certa, seremos, na Graciosa e no Pico, nos anos vindouros. De braços abertos na chegada e na partida, como um enorme abraço que une estas nove ilhas, é este o propósito desta Regata é este, igualmente, o desígnio primeiro da nossa Autonomia”, disse.

Na conclusão da sua intervenção, a parlamentar referiu que “na hora da despedida, e entre um até sempre ou até breve, espero que para o ano nos reencontremos novamente, enchendo o nosso mar de cor e partilhando em terra a alegria de uma nova superação”.

“Aos de cá e de lá, um bom regresso a casa e até para o ano”, concluiu Ana Luís.

 

 

 

Foto: ALRAA

GP ALRAA/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/atlantis-cup-cumpriu-o-designio-de-aproximacao-e-coesao-regional/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.