Artur Lima sublinha: Governo dos Açores é “um governo de contingências, um governo de café”

O presidente do grupo parlamentar do CDS-PP Açores afirmou hoje que na Região temos um “governo de intenções, um governo de contingência e um governo de café, que governa conforme as notícias da comunicação social e que está pouco preocupado com aquilo que são os problemas das pessoas”.

Artur Lima falava no arranque das jornadas parlamentares dos populares açorianos, que decorrem hoje e amanhã na ilha do Pico, salientando que “se o governo ouvisse mais a oposição, e se ouvisse mais o CDS, talvez governasse melhor”.

Sob o tema dos transportes e acessibilidades, os deputados do CDS-PP/Açores visitaram o porto comercial de São Roque do Pico recordando que a reabilitação desta infraestrutura portuária é “uma promessa assumida pelo PS desde que tomou o poder, como também de uma promessa pessoal do presidente Vasco Cordeiro que assumiu a sua realização no início da sua presidência e que fez declarações afirmando que era uma obra para ser feita”.

“Já lá vão seis anos da presidência de Vasco Cordeiro e não há nada no porto de São Roque”, lamentou o líder regional centrista, acrescentando que “este governo excedeu o seu tempo para fazer a obra do Porto de São Roque”, sendo que “é preciso um governo novo que atue de uma vez e concretize a obra ansiada há muito pelos picarotos”.

Artur Lima lembrou ainda que relativamente às acessibilidades aéreas no Pico, estas “estão hoje melhores porque eu e o grupo parlamentar do CDS fizemos uma proposta na Assembleia para que o segundo voo, ou seja, a segunda ligação do Pico ao exterior fosse uma realidade”. Além disso, Artur Lima mencionou que “também nunca desisti, enquanto deputado, e o meu grupo parlamentar, de reivindicar a conclusão do parque de combustíveis na ilha do Pico”, porque apesar de “uma luta árdua, obtiveram-se bons resultados”.

O líder dos populares açorianos entende que o povo não se deve esquecer “da prepotência do PS e de alguns dos seus dirigentes, como foi o caso do autarca das Lajes do Pico”, referindo que “essa é a cultura do PS. Uma cultura que cultivou um clima de medo que não é tolerável passados 40 anos de autonomia”.

 

 

+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/artur-lima-sublinha-governo-dos-acores-e-um-governo-de-contingencias-um-governo-de-cafe/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.