ARRISCA e Governo Regional reiteram legalidade do vencimento de Suzete Frias

A Associação Regional de Reabilitação e Integração Sócio-Cultural dos Açores (ARRISCA) e o Governo regional desvalorizaram hoje as referências, nomeadamente do PSD, ao vencimento da antiga presidente da associação, por o mesmo se encontrar dentro da legalidade.

Num esclarecimento publicado na página oficial do executivo açoriano na Internet, é referido que “foi o próprio Governo Regional dos Açores a assumir a realização de uma auditoria aos apoios financeiros concedidos à ARRISCA, no âmbito do plano de atividades da Inspeção Regional da Saúde para 2015”, e que o relatório “é claro ao confirmar que os valores auferidos não decorrem do exercício das funções de presidente da direção, mas das funções técnicas na área da psicologia e de coordenação de projetos da instituição”.

Também a associação sublinhou que Suzete Frias sempre deu o “melhor de si”, não abordando o salário que era auferido pela responsável e criticado pelo PSD.

Em comunicado, a direção sustenta que os dirigentes da instituição, “os atuais e os do passado”, e “designadamente” a anterior presidente Suzete Frias, “sempre deram o melhor de si, com sacrifício muitas das vezes das suas vidas pessoais, a favor dos desconsiderados e excluídos da sociedade” açoriana.

A direção atual da ARRISCA defende, na auditoria, que Suzete Frias foi admitida na associação com uma remuneração base de 1.159 euros, mas “aquando da assinatura deste primeiro contrato ficou, desde logo, acordado rever e aumentar a sua remuneração na medida em que o crescimento das atividades e respetivo financiamento o possibilitasse, o que veio a ocorrer de forma faseada”.

Suzete Frias, é também referido, exerceu a “título pró-bono e voluntariamente o cargo de presidente de direção” da IPSS, “não auferindo qualquer compensação financeira pela sua representatividade neste órgão”, dizendo o seu vencimento respeito “às funções que a mesma desempenha enquanto trabalhadora da associação”.

 

 

 

 

Foto: Direitos Reservados

Lusa/+central

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.