António Ventura insta Capoulas Santos a governar libertando-se de complexos

O deputado do PSD/Açores, na Assembleia da República, instou hoje o ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural a governar, libertando-se do complexo de referências ao Governo do PSD/CDS-PP.

“Este ministério (…) tem um complexo, está sempre a comparar com outras governações, tentando ultrapassar a boa referência. Senhor ministro, liberte-se desse complexo e governe”, afirmou António Ventura, numa intervenção no debate, na especialidade, das propostas de Orçamento do Estado e Grandes Opções do Plano para 2018.

O social democrata elencou o que considera serem os “seis perigos” deste ministério: criar falsas expetativas, afirmando que agora é que vai ser; só governa para ter uma boa imagem na comunicação social; só reage e não atua; anuncia milhões e não os executa; olha mais para o retrovisor que para a frente e tem um complexo relativamente a governações anteriores.

Relativamente ao que diz respeito à produção de leite no país, António Ventura acusa Capoulas Santos de “deixar os produtores à sua sorte”, numa altura em que a Europa começa a recuperar nos preços do leite pago ao produtor e “Portugal continua na cauda”.

“Nem sequer acata a recomendação da Assembleia que prevê uma isenção temporária dos produtores de leite para a segurança social”, acusa.

Sobre o acordo Mercosul, o deputado realçou que “este é o ministro que não se opõem à concessão da União Europeia relativamente às 70 mil toneladas de carne de bovino”, salientando que este é “um tique socrático”.

“Nós bem nos recordamos que Sócrates tentou fechar este acordo com o Mercosul, com o seu amigo Lula da Silva, o mais rapidamente possível, vendendo a bovinocultura de carne em Portugal, que é um setor estratégico”, recordou o parlamentar açoriano.

Sobre o Brexit, António Ventura realçou que este governo não se importa com o impacto da saída do Reino Unido na agricultura, salientando que todos os Estados-Membros estão a fazer estudos de impacto, “os senhores não se importam em saber.”

O deputado do PSD referiu ainda que, relativamente ao Programa de Desenvolvimento Rural (PDR), este é o ministro que “anuncia milhões mais uma vez”.

“Em 2017 assim o anunciou mas, nós sabemos que apenas 30% das candidaturas estão contratadas”, referiu, acrescentando que este “é o exemplo do que acontece com o governo na generalidade”.

António Ventura recordou, ainda, que “prometeram uma estratégia para a investigação” criticando que “ainda não vimos nada”.

“Nem sequer cumprem a nossa estratégia 2014/2020. Em matéria de investigação, continuamos igual”, lamentou.

Sobre a alteração do rendimento tributável dos trabalhadores independentes, Ventura acusou o Governo da República de “tentar financiar-se através dos pequenos agricultores”.

“Fica o registo que o Governo tentou financiar-se através dos pequenos agricultores”, realçou.

No entender do deputado açoriano, este Governo também contribuiu para o endividamento dos agricultores, quer na seca, quer nos incêndios.

“Criam linhas de crédito quando os agricultores não conseguem ter rendimento para pagar essas mesmas linhas de crédito”, criticou, acusando o ministério da Agricultura de “secar os rendimento dos agricultores”.

 

 

Foto: PSD

+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/antonio-ventura-insta-capoulas-santos-a-governar-libertando-se-de-complexos/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.