Aníbal Pires quer “eleição direta” de um deputado por São Miguel

Aníbal PiresO cabeça de lista da Coligação Democrática Unitária (CDU), pelo círculo eleitoral de São Miguel, às legislativas regionais pediu hoje a eleição de um deputado direto, por este círculo, o que não ocorre há mais de 20 anos.

“[Esta candidatura] representa, de alguma forma, aquilo que é o tecido social da ilha de São Miguel e que se apresenta, no essencial, para dar voz a São Miguel. São Miguel não elege um deputado da CDU desde 1984. É fundamental que os micaelenses tenham a representá-los no parlamento regional uma voz eleita” por este círculo, afirmou Aníbal Pires aos jornalistas após a entrega, no Tribunal Judicial de Ponta Delgada, da lista da CDU.

Aníbal Pires, que é também coordenador regional do PCP, defendeu a necessidade de “manter a pluralidade parlamentar, mas equilibrar as forças políticas”.

“Neste contexto em que se afigura, por diferentes razões, de que o Partido Socialista irá ganhar as eleições, aquilo que pode mudar efetivamente é a eleição de um grupo parlamentar do PCP, de modo a contribuir para retirar maioria absoluta ao PS, obrigando, assim, o PS ao diálogo democrático e não ao fazer de conta do ritual parlamentar”, sublinhou o cabeça de lista, atual deputado comunista no parlamento regional.

Para Aníbal Pires, um bom resultado para a CDU a 16 de outubro é a “eleição de um grupo parlamentar, retirar a maioria absoluta ao PS e evitar que a direita possa, de alguma forma, ter um posicionamento que lhe permitisse influenciar a vida política regional”.

“É fundamental que estes objetivos eleitorais sejam atingidos, não tanto pelo PCP, mas pelos açorianos e pelos Açores, porque estes últimos 16 anos de maiorias absolutas do PS revelam que o PS, mais do que não conseguir, não quis romper com um determinado modelo de desenvolvimento”, declarou, exemplificando com o acentuar das assimetrias regionais.

Questionado sobre um eventual acordo do PCP com o PS para formar Governo, caso este partido não renove a maioria absoluta nas eleições legislativas regionais, à semelhança do que ocorreu com o executivo nacional, Aníbal Pires referiu que esta é matéria para ser tratada no período pós-eleitoral.

“Vamos esperar aquilo que o povo açoriano vai dizer no dia 16 de outubro e depois assumiremos as responsabilidades que o povo açoriano nos quiser conferir”, acrescentou o cabeça de lista por São Miguel e pelo círculo de compensação, pelo qual foi eleito nesta legislatura.

O mandatário regional da candidatura da CDU é Jaime Pacheco, técnico da transportadora aérea SATA, que integra também a lista de São Miguel.

O PCP elegeu o seu primeiro deputado em 1984, com a coligação APU, e pelo círculo de São Miguel.

Nas últimas eleições regionais, a 14 de outubro de 2012, o PS elegeu 31 dos 57 lugares na Assembleia Legislativa dos Açores, enquanto o PSD, o maior partido na oposição, conquistou 20 mandatos. O CDS-PP tem três deputados no parlamento regional, enquanto BE, PCP e PPM conseguiram um mandato cada.

 

 

 

Lusa/+central

 

Link permanente para este artigo: http://maiscentral.com.pt/anibal-pires-quer-eleicao-direta-de-um-deputado-por-sao-miguel/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.